domingo, 28 de junho de 2009

NG6 - DR3 - Administração, Segurança e Território

--------------------------------------------------------------------------
Mobilizar informação sobre o papel das diferentes instituições no âmbito da administração, segurança e território.
--------------------------------------------------------------------------------

"A segurança rodoviária interessa a todos os cidadãos. Todos têm um importante papel a desempenhar para tornar as estradas mais seguras. Não obstante a eficácia das acções já realizadas, na União Europeia o número de vítimas das estradas continua a ser demasiado elevado: 1,3 milhões de acidentes rodoviários por ano que provocam 43 000 mortos e 1,7 milhões de feridos. O comportamento dos condutores é, reconhecidamente, a primeira causa dos acidentes mortais: velocidade, consumo de álcool ou droga, cansaço, falta de cinto de segurança ou capacete, etc.
Este problema tem sido alvo de atenção crescente em toda a UE, tendo sido proposta uma meta ambiciosa: reduzir em 50% o número de vítimas até 2010 em relação a 2001. Para alcançar esta meta, é necessária uma abordagem sistemática."

Fonte: http://ec.europa.eu/health-eu/my_environment/road_safety/index_pt.htm
Tópicos de Reflexão:

Sociedade:

  1. Identificar diferentes instituições que regulam a rede rodoviária nacional (por exemplo, Direcção-Geral de Viação, Instituto das Estradas de Portugal, Brigada de Trânsito, concessionários de exploração das auto-estradas, etc.).

  2. Compreender como as diferentes instituições têm poderes, campos de actuação e modos de regulação distintos (por exemplo, prevenção rodoviária, construção e sinalização de estradas, formulação do código de estrada, medidas de coação, etc.).

  3. Explorar a relação entre o desenvolvimento da rede rodoviária e a transformação da densidade e aglomeração populacional dos territórios.

Tecnologia:

  1. Identificar várias técnicas de vigilância, sinalização e segurança rodoviárias de base tecnológica.
  2. Compreender o princípio de funcionamento de equipamento de apoio ao sistema rodoviário (por exemplo, descrevendo o princípio de efeito Doppler utilizado nos radares da polícia, a detecção de um automóvel por um anel indutor no solo, o sistema de detecção de álcool no sangue conhecido vulgarmente como “o balão”, etc.).

  3. Explorar a necessidade das instituições com poderes de coação procederem regularmente à calibração do equipamento de medida com recurso a laboratórios de metrologia creditados.

Ciência:

  1. Identificar diferentes soluções rodoviárias para regulação de fluxos de tráfego recorrendo a grafos e a caminhos ao longo de grafos.

  2. Compreender a função de diferentes soluções rodoviárias na gestão de fluxos, modos de condução, segurança, etc. (por exemplo uma rotunda, diminui a velocidade automóvel e regula a distribuição do tráfego de uma forma participada) e compreender que num grafo a escolha de caminhos não é aleatória.

  3. Explorar as alterações rodoviárias com base em teoria de tráfego para a facilitação do fluxo de tráfego em diferentes momentos do dia (por exemplo, a substituição de cruzamentos por rotundas, a gestão dos tempos dos semáforos, etc.). Decidir entre vários modelos de grafos quais os que apresentam fluxos optimais.

Vídeo: Perigo - Condução ao Telemóvel


Sociedade: Actuar face a instituições reguladoras da administração e segurança do território, compreendendo os seus campos de actuação e modos de regulação.
Tecnologia: Actuar na organização técnica de sistemas administrativos ligados à gestão de serviços relacionados com prevenção e segurança na mobilidade.
Ciência: Actuar utilizando os conhecimentos científicos que suportam normas e códigos reguladores de segurança e administração do território (por exemplo no código rodoviário: controlo de velocidade, restrições em piso molhado, distância mínima entre carros, etc.) e, a um nível mais sofisticado, avaliar da justiça dessa regulamentação tendo em conta os modelos estatísticos e matemáticos que governam a matéria regulada.

1 comentário:

diana disse...

gostava de obter as respostas destas perguntas